Mafra(SC), Segunda-Feira, 24 de Janeiro de 2022 - 09:46
17/12/2021 as 17:29 | Por Sinval Campelo |
Prefeito Maas mentiu sobre furto de fiação elétrica na Praça Miguel Bielecki
Fiação estava todo tempo no parque e Executivo assusta a população sobre falso roubo
Fotografo: divulgação
Parque sempre esteve ok -sbcsul.17.12.21

É ou não é... Mafra acordou assustada na manhã de quarta-feira,15, com a notícia de que, cerca de oitenta metros de cabo de iluminação de Natal que estavam proporcionando luz e permitindo o funcionamento do parque de diversões na Praça Miguel Bielecki referente aos festejos de Natal na Praça, haviam sido furtados na madrugada. Em vídeo a secretária de Educação, Esporte e Cultura, Jamine Emamnuele Henning anunciou o que havia acontecido na madrugada, segundo a versão dela. Mais tarde o próprio prefeito Emerson Maas (PODEMOS) reforçou a fala da secretária e a ação de que vândalos haviam furtado fios de eletricidade. Mas, o parque e toda atividade na Praça, no mesmo dia voltaram às atividades normais, causando estranheza a todos.

Na verdade o que houve realmente foi que a fiação foi apenas cortada mas permaneceu lá. Uma trapalhada por parte do Executivo de Mafra.

Especulasse que um funcionário demitido do parque que não  estava contente com as condições de trabalho proporcionou uma discussão com o patrão e foi demitido no dia anterior ao tal furto da fiação. O motivo dele ter cortado os fios seria para intimidar o dono do parque.

O SBCSul chegou a apurar que seria necessário desembolsar cerca de R$ 26 mil para comprar nova fiação e a Prefeitura de Mafra estava inclinada a fazer isso, pagar um valor para a reposição, mas nada disso foi preciso, os fios foram encontrados e não foi preciso nada além de se consertar os cortes.

Veja também sobre esse tema, acessando o link..  https://www.sbcsul.com.br/noticias/conteudo/ladroes-furtam-fiacao-eletrica-da-praca-e-paralisam-festejos-de-natal-em-mafra/104585

Tanto a Secretária quanto o Prefeito criaram uma situação  estranha e desnecessária acusando alguém da população, de vândalo, de ladrão, sem apontar os responsáveis e no final das contas não houve vandalismo e nem furto. Um jogo de trapalhadas.

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil