Mafra(SC), Sexta-Feira, 27 de Maio de 2022 - 23:03
26/04/2022 as 14:46 | Por Redação |
Mendigo processa advogada por calúnia e difamação
Penas variam de detenção de seis meses a dois anos e multa
Fotografo: divulgação
Givaldo...o mendigo! -sbcsul.24.4.22

O mendigo Givaldo ficou famoso nas redes sociais após agressões sofridas por treinador físico que flagrou sua esposa fazendo sexo dentro do carro com o mendigo. O caso repercutiu e o mendigo ganhou notoriedade entre os influencers, entre eles, a Advogada Deolane Bezerra, conhecida como Dra. Deolane, que também ficou conhecida após o falecimento do cantor MC Kevin, que morreu ao cair da varanda de um hotel em maio de 2021, após apresentação em um show.

Deolane usou suas redes sociais para opinar sobre a reviravolta que o mendigo ganhou após a polêmica circular na mídia, a advogada disse: “Eu estou com ranço de entrar na internet e ver esse mendigo. O povo tratando o cara como se ele tivesse salvado alguém da morte. O cara ajudou a afundar uma mulher e as outras mulheres ainda em cima, dando beijo, abraço e fazendo tatuagem”.

As penas para os crimes contra a honra são as seguintes: Calúnia: detenção, de seis meses a dois anos, e multaDifamação: detenção, de três meses a um ano, e multaInjúria: detenção, de um a seis meses, ou multa

Givaldo hoje conta com 430 mil seguidores no Instagram e vem fazendo trabalhos como criador de conteúdo digital.

Fonte Site AmazonasDireito

 

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil