Mafra(SC), Sexta-Feira, 27 de Maio de 2022 - 06:06
02/08/2021 as 19:10 | Por Redação/assessoria |
Guerra promocional entre TikTok e Kwai dá até R$ 150 e enche redes sociais com vídeos
TikTok e Kwai dá até R$ 150 por amigo convidado
Fotografo: divulgação
TikTok febre chinesa que dá dinheiro-sbcsul.2.8.21

Em uma estratégia parecida com a guerra travada entre as carteiras digitais, que para atraírem usuários chegaram a oferecer até 70% de desconto em estabelecimentos, as redes sociais chinesas Kwai e TikTok oferecem prêmios em dinheiro a cada usuário que conseguir trazer amigos para acompanhar os vídeos curtos criados por seus usuários.

Mas não basta convidar pessoas: é necessário que os amigos que entrem pelo link de convite e vejam por 3 minutos (Kwai) ou 30 minutos (TikTok) por dia os conteúdos exibidos diariamente, por até 10 dias consecutivos. Atualmente, o Kwai e o Tik Tok prometem oferecer até 150 reais por amigos convidados, desde que eles sigam as missões indicadas de assistir vídeos.

Há quem tenha testado e esteja aproveitando a renda extra "até quando a rede social permitir". É o caso da família da diarista Gildaci Fernandes, 39 anos. "Meu marido convidou 12 pessoas pelo código dele.
Em três meses, arrecadamos 500 reais. Com este dinheiro investimos 250 reais para o nosso filho, fizemos um reparo no carro e ainda temos 150 reais para resgatar". Fernandes também testou o programa de indicação da concorrente TikTok, mas não conseguiu arrecadar muito dinheiro.

Quais as diferenças entre as campanhas

Kwai Bônus varia de acordo com campanhas e atividades específicas, é temporário e cada campanha tem um prazo de duração, que é divulgado junto com as regras de participação.

Os usuários ganham “Kwai Golds” à medida que completam missões dentro da plataforma. Além de ganhar pontos ao convidar pessoas para o aplicativo, é possível ganhar pontos assistindo a vídeos ou fazendo check-in diário.

A rede social não permite o registro repetido e o login de várias contas no mesmo dispositivo móvel. Além disso, somente um número de telefone celular pode estar vinculado a uma conta registrada para participar da tarefa de assistir aos vídeos.

 

Fonte Revista Exame




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil