Mafra(SC), Quarta-Feira, 10 de Agosto de 2022 - 14:14
29/07/2022 as 10:15 | Por Redação |
Grupo Municipal de Teatro de Rio Negro emocionou o público na grande estreia
Grupo Municipal de Teatro de Rio Negro encenou a peça “O Colecionador de Histórias”
Fotografo: divulgação
Sem Legenda

Na noite do último domingo (24), o Cine Teatro Antônio Cândido do Amaral foi palco para a grande estreia do Grupo Municipal de Teatro de Rio Negro com a peça “O Colecionador de Histórias”.

O espaço cultural recebeu um bom público que se encantou com a apresentação. Foi uma comédia leve e divertida para toda a família. A entrada era gratuita. Na ocasião houve arrecadação de leite em prol da Rede Feminina de Combate ao Câncer.  

SINOPSE DA PEÇA

Na praça da pequena cidade, um homem misterioso escuta as mais fantásticas histórias dos moradores para decidir quem irá receber um valioso prêmio. O espetáculo é uma divertida comédia inspirada em fatos reais, contados pelos integrantes do Grupo Municipal de Teatro, para a estreia oficial da companhia no palco rionegrense.

Em cena, diversos personagens inusitados contaram suas histórias na tentativa de ganhar um prêmio valioso. Conhecemos o anjo da guarda de uma criança mentirosa, o cupido aposentado, a artista temperamental, a moça que passa a vida fazendo crochê, a velha atriz que nunca mais fez sucesso, o violeiro caipira, a neurótica que pensa que a mãe a espiona pelo celular, a poetisa saudosista, a menina que viu o pai se transformar em massa de pão, a sobrevivente da enchente, a corredora que nunca havia beijado, a moça que viveu um quase conto de fadas, a vendedora de colares de dentes, o caminhoneiro com várias esposas, entre outros. Todos tiveram que convencer um forasteiro, o misterioso colecionador de histórias que chegou à cidade e sentado no banco da praça, teve até o pôr-do-sol para decidir qual história merecia levar o prêmio.

A dramaturgia surgiu a partir de um trabalho de imersão e estudos, onde todos os integrantes contribuíram e adaptaram fatos reais ocorridos em suas famílias, transformando-os com elementos fantásticos para tornar as narrativas ainda mais atrativas. Além disso, fotografias de momentos especiais em família, as composições musicais de Chico Buarque “Paratodos”, “A violeira” e “Na carreira”, os filmes “Narradores de Javé” e “Forrest Gump” também serviram de inspiração para a montagem.

É possível visualizar todas as fotos do espetáculo no perfil da Prefeitura de Rio Negro no Facebook: www.facebook.com/rionegropr

SOBRE O GRUPO

O preparo do grupo vem acontecendo desde março deste ano em encontros semanais todas às segundas-feiras à noite, no Centro Cultural Agostinho Paizani Filho, anexo à Biblioteca Municipal.

As aulas são ministradas gratuitamente, abordando técnicas teatrais de consciência corporal, voz e improvisação. “É a oportunidade para aquela pessoa que gosta de arte e nunca pôde estar em cena, atuar”, declara o coordenador Henrique Gaio, que complementa: “O grupo é composto por diversos perfis de pessoas. São estudantes, professoras aposentadas, servidores públicos, profissionais liberais, vendedores, entre outros. Todos extremamente dedicados, talentosos e com o mesmo propósito: sair da rotina e entrar em contato com a Arte e a Cultura”.

Entre os objetivos do grupo estão o de promover e despertar um movimento teatral na cidade de Rio Negro e ser uma referência cultural, além de promover a formação de plateia. A iniciativa é da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, por meio do Conselho Municipal de Políticas Culturais.

Em outubro, o grupo fará a estreia de um novo espetáculo, intitulado “Arlequim, servidor de dois amos”, um clássico mundial da Comédia dell'Arte, escrito pelo italiano Carlo Goldoni. Em dezembro será encenado um auto de natal que pretende encantar os espectadores e abrilhantar a programação cultural de fim de ano em Rio Negro.

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil