Cidadão Repórter

(47)997532591
Mafra(SC), Domingo, 19 de Setembro de 2021 - 07:50
29/08/2021 as 22:34 | Por Redação/assessoria | 160
Governador Barbalho possibilita emissão gratuita de carteira de habilitação a jovens pobres
Programa Social “CNH Pai D’égua” é lei estadual desde 1º de junho de 2021
Fotografo: divulgação
2022 tem eleição no Brasil-sbcsul.29.8.21

Foi publicado em edição extra do Diário Oficial do Estado de quinta-feira (26), o decreto assinado pelo governador Helder Barbalho regulamentando a Lei Estadual nº 9.275, de 1º de junho de 2021, que instituiu o Programa Social Carteira Nacional de Habilitação “CNH Pai D’égua”, com o objetivo de garantir a formação, qualificação e habilitação profissional de condutores de veículos automotores. O programa prevê a emissão gratuita de carteira de habilitação a jovens de baixa renda.

Pelo texto publicado do Diário Oficial, serão disponibilizadas dez mil vagas anualmente, sendo que 60% para os candidatos da Região Metropolitana de Belém e 40% para jovens do interior do Estado. 

As vagas serão distribuídas, por modalidade, da seguinte forma: 1ª Habilitação - Permissão para Dirigir (PD) nas Categorias “A” ou “B”; 1ª Habilitação - Permissão para Dirigir (PD) nas Categorias “AB”; Mudança da categoria/adição de atividade remunerada, de “B” para “C”, “B” para “D” e “C” para “D”; e adição de categoria “A” ou “B”

Ainda conforme a normativa, 10% das vagas vão ser reservadas para Pessoas com Deficiência, 30% para mulheres, e 30%  para estudantes entre 18 e 25 anos, desde que tenham concluído o ensino médio, com certificado ou declaração que comprove a sua escolaridade, emitido pela Secretaria de Estado da Educação (SEDUC) ou equivalente em outra unidade federativa.

Para ter direito ao benefício, o candidato deve estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), e apresentar certificado ou declaração que comprove a sua escolaridade, além da Certidão Negativa de Antecedentes Criminais emitida pela Polícia Civil do Estado do Pará.

Durante a classificação, serão observados critérios como menor renda familiar per capita; maior número de componentes no grupo familiar; ser beneficiário do Programa Bolsa Família; data e hora de inscrição; e maior idade.

A inscrição do candidato deverá ser realizada exclusivamente de forma eletrônica, no site do Departamento de Trânsito do Estado Pará (DETRAN/PA), em período que deve ser estabelecido por portaria do diretor-geral do Detran.

O grupo Liberal procurou o Governo para mais informações sobre o início das inscrições e aguarda um retorno.

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil