Cidadão Repórter

(47)997532591
Mafra(SC), Domingo, 19 de Setembro de 2021 - 08:11
01/09/2021 as 17:00 | Por Redação/assessoria | 108
Ex -jogador de futebol pode pegar pena de prisão perpétua no Chile
Lucho Pato alega inocência e diz - se eu for condenado, vou enlouquecer !
Fotografo: divulgação
Lucho:sou inocente!? -sbcsul.1.9.21

O ex-jogador chileno Luis Nuñez, conhecido também como Lucho Pato quando era atleta profissional, vive um drama em seu país.

 

Nuñez, atualmente com 41 anos de idade, está preso sob a acusação de tráfico de drogas e homicídio. Os crimes são de 2018, mas o julgamento deve acontecer nas próximas semanas.

 

E, de acordo com a imprensa do Chile, o ex-atacante pode pegar prisão perpétua por conta da extensa ficha criminal. Apesar da gravidade da situação, ele alega que é inocente.

 

“Se eu for condenado, vou enlouquecer. Eu sou inocente. Eu estava no local, mas não tive nada a ver. Eles se confundiram. É uma mentira. Eu não atirei, não tinha nem arma. Não vou deixar que me condenem”, disse Lucho Pato ao La Cuarta, quando já estava detido.

 

Muitas polêmicas

 

 

Aposentado desde 2012, a carreira do atleta foi marcada por polêmicas extra-campo.

 

Em 2003, ele foi acusado de guardar em seu apartamento drogas para um grupo conhecido como “Los Ciprianos”. Já em 2012, Nuñez foi relacionado a uma gangue que praticava roubo de caixas eletrônicos, mas ele foi absolvido desta denúncia.

 

Dois anos depois, Luis Nuñez foi acusado de financiar um esquema de narcotráfico entre Bolívia e Chile.

 

A atual acusação é de 2018. O ex-atacante teria participado de um tiroteio na cidade de La Legua, onde um homem identificado como Juan Pinto foi morto. Tudo seria um conflito entre traficantes.

 

Após passar dois anos em fuga, ele foi capturado em fevereiro de 2020 quando estava na Bolívia, sendo extraditado para o Chile onde permanece preso e aguardando julgamento.

 

Luis Nuñez, o Lucho Pato, atuou em clubes tradicionais do seu país, como Universidad Católica, Palestino, O’Higgins e Huachipato. Ele também defendeu a seleção chilena, mas foi apenas em uma partida, no ano de 2007, em amistoso contra a Costa Rica.

 

Fonte Site o Torcedor




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil