Mafra(SC), Quarta-Feira, 10 de Agosto de 2022 - 14:44
26/06/2022 as 17:30 | Por Sinval Campelo |
A gafe, as polêmicas e a decepção no evento de Bolsonaro na Marcha para Jesus
O que aconteceu politicamente no evento de sábado na Marcha para Jesus em Balneário Camboriú
Fotografo: divulgação
Bolsonaro ficou 15min pós evento tirando self com apoiadores-sbcsul.26.6.22

É ou não...pra começar a contar como foi a Marcha Para Jesus em Balneário Camboriú, na manhã de sábado, 25, na  visão do SBCSul, primeiro precisa ser ressaltado que a organização do “evento religioso” esperava reunir 50 mil fiéis e o pré-candidato a federal pelo PL, partido do Bolsonaro, o polêmico caminhoneiro Zé Trovão dois dias antes do evento gravou vídeo ao lado do pré-candidato ao Senado pelo PL, ex-secretário nacional de aquicultura e pesca Jorge Seif Júnior e diz que a expectativa dos bolsonaristas era de 1milhão na marcha com Bolsonaro, mas o que ocorreu foi decepcionante para todos e, segundo a PM de Balneário Camboriú o público presente não passou de 25 mil, bem há quem dos 50 mil estimados pelo presidente do Conselho Estadual de Pastores de Santa Catarina (Copesc), Leonardo Aluísio, que organizou a Marcha e dos 1 milhão esbravejado por Zé trovão. (veja vídeo Zé Trovão abaixo).

 

 

O

 

Bolsonaro parecia estar pouco a vontade e cansado na ocasião e ressaltou que a família precisava ser preservada e que armar a população brasileira precisa acontecer.

-Tenho sempre dito, povo armado jamais será escravizado - disse o líder Bolsonaro em seu pronunciamento em homenagem à Jesus.

O presidente do Copesc  por três vezes se dirigiu à Brasília para agendar a presença de Bolsonaro na Marcha e a conformação só se deu quatro dias antes do evento, quando o prefeito de Balneário Camboriú,  Fabrício Oliveira (Podemos) e Seif fizeram hobby em Brasília para ter Bolsonaro no evento garantindo a ele que, o município catarinense receberia mais de 50 mil pessoas na Marcha. Logo que confirmado oficialmente o hotel Mercure, de vista para o mar começou a receber na quinta-feira a comitiva presidencial e a primeira dama, Michelle Bolsonaro. O presidente chegou no sábado pela manhã e saiu a noite para Brasília. os pastores e familiares dos mesmos continuaram hospedados até domingo.

— Convidamos sempre os chefes dos Executivos a participar. Durante a Marcha vamos abençoando todas as cidades e quem nos governa – disse Aluísio..., mas poucos se fizeram presentes no evento.

 

 

 

Nenhum olhar

Outro ponto político destacado pelo SBCSul foi a falta de um simples gesto de Bolsonaro em direção ao candidato ao governo do estado de Santa Catarina de seu partido, Jorginho Mello (PL). Antes da chegada em Santa Catarina, Bolsonaro conversou com seu amigo João Rodrigues (PSD), prefeito de Chapecó e também articulador político da campanha de Gean Loureiro (União) adversário de Jorginho na corrida ao governo do estado.Rodrigues articula aproximação de Loureiro a Bolsonaro, colocando Jorginho Mello para fora do páreo, e é o que se desenha para os próximos dias quando novas pesquisas forem divulgadas e Gean estar a frente de Jorginho.

 Vaias

Correligionários de Jorginho Mello vaiaram quando estava sendo anunciado a presença de autoridades no palco de autoridades na praia de Balneário Camboriú e o nome do senador do PP, Esperidião Amin foi anunciado e, aplaudiram quando chegou a vez de Jorginho Mello. 

 

Daniela e Seif  : fica pra trás

O “evento evangélico” que recebeu fiéis e apoiadores do presidente teve muitas polêmicas. Em vídeo, Bolsonaro dispensa a presença da vice-governadora Daniela Cristina Reineh, pré-candidata à deputada federal (PL) em caminhada da Praça Almirante Tamandaré até o carro da Guarda Municipal que o levaria à Barra Norte, onde estava o palco de autoridades. No vídeo aparece Bolsonaro dizendo fique trás.. Daniela diz que Bolsonaro se referiu à Jorge Seif e não à ela. O ex-secretário de pesca rebate, e diz que foi montagem o vídeo que circula nas redes sociais e acrescenta que Bolsonaro estava tendo o cuidado de preservar os pré-candidatos e que, presença deles junto ao presidente poderia ser apontado como propaganda eleitoral antecipada, o que é proibida por lei eleitoral. (veja vídeo abaixo).

 

“Fica pra trás, meu Deus do céu”

 
 
 
 
 
 
 
 
 
191 visualizações
0:04 / 0:09
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

As gafes que viraram memes

O presidente Bolsonaro disse durante seu pronunciamento... “somos pessoas normais, até mesmo podemos viver sem oxigênio, mas jamais sem liberdade”...o que gerou na multidão que estava frente ao palco das autoridades certa confusão em entender o que o “mito” estava dizendo e alguém chegou a exclamar.., ih encarnou a Dilma (ex-presidente do Brasil (PT) que foi satirizada por declarar que o país precisava estocar vento) e logo opositores colocaram nas redes sociais memes com a expressão de Bolsonaro e, um destes tem a frase Satanás Discursando, com a voz do presidente, relacionando que o evento era para homenagear Jesus, mas que Bolsonaro não representava os cristãos (veja vídeo abaixo).

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil