Fotografo: divulgação
...
Cirineu Correa-sbcsul-3-10-19

O vereador do PDT, Cirineu Correa Cardozo (Sgto Cirineu) foi alvo de uma Fake News na manhã desta quinta-feira, 3, A notícia falsa afirma que Cirineu teria se envolvido em discussão com policiais e ter desrespeitado os PMs que o queriam revistar, fato este ocorrido em bar da cidade de Mafra, o bar da Marlene. A notícia falsa traz um trecho destacado, de um termo circunstanciado, mas não revela a data do ocorrido e nem o que aconteceu na sequencia. O ano da ocorrência foi 2015, antes de Cirineu postular, se quer, ser candidato a vereador.   

Apesar de ser Fake News, o trecho extraído da declaração do Ministério Público é texto real, mas foi editado de forma maldosa e subjetiva a fim de passar ao internauta das redes sociais a impressão  de abuso de autoridade e de descontrole de um vereador, pessoa pública. O texto editado na postagem Fake News, Sgto Cirineu Correa aparece como um homem que resiste abordagem policial e teria sido detido em um bar e ameaça os PMs, quando na verdade o que ocorreu, conforme apurou o promotor, Francisco Ribeiro Soares – foi uma abordagem policial à um cidadão de forma irregular e que não consistia em infração penal contra Cirineu Correa e o Ministério Público arquivou o caso.  

Cirineu em entrevista ao SBCSul classificou a notícia como “coisa de quem não tem nada o que fazer”. Ele ainda disse ter um excelente relacionamento com a Polícia Militar de Mafra tendo sido atendido todas as vezes que solicitou ao Comando da PM para que realizasse blitz e revistas a pessoas suspeitas no bairro onde reside, Jardim América. Cirineu pede ajuda para divulgar a  informação verdadeira e dispara - isso de estar divulgando Feke News nas redes sociais para me prejudicar vai ter consequências judiciais - registrou.   

 

A integra do termo circustanciado, em todo o seu teor pode ser acessado pelo site do TJSC através do nº 0002270-06-2015-8-24-0041