Fotografo: divulgação
...
Alexandre e Adilson-sbcsul-21.06.20

Para o vereador de Mafra, Adilson Sabatke (DEM), muitos mafrenses têm nos pequenos negócios uma fonte de renda, ou um complemento da renda familiar e ele acredita que seja importante que haja uma ação do governo municipal  para garantir o acesso ao microcrédito, com juros subsidiados e facilidade na liberação do investimento.
 
O objetivo do programa é possibilitar o acesso ao crédito, incentivando a geração de emprego e renda aos microempreendedores individuais, empreendedores de micro e pequenas empresas. Também aos profissionais autônomos e empreendedores populares, os quais serão incentivados a formalização dos seus negócios. A indicação do vereador Adilson é de 2017 e, neste momento de pandemia que Mafra começa a enfrentar um crise de desemprego e muitas pessoas acabam entrando no mercado informal, para tentar garantir a subsistência da família, a proposta se torna ainda mais necessária.
 
-Acredito  que o programa visa promover a inclusão e acesso aos serviços financeiros para essas categorias, especialmente a população de baixa renda, disse Adilson Sabatke.
 
O vereador Adilson tem participado de reuniões e encontros com lojistas e pessoas empreendedoras, apresentando e discutindo sua proposta de incremento de uma forma de garantia e criação de empregos formais, novos investimentos e qualificar a mão-de-obra e assegurar também apoio para quem quer montar seu pequeno negócio. Na sessão ordinária remota de 19 de maio,  ele reforçou  o pedido da implantação do programa proposto em 2017 e na segunda-feira, 7,  esteve reunido com o secretário municipal de Fazenda e Planejamento Alexandre Solesinki, com o objetivo de explicar o Programa de Microfinanças – Juro Zero para Mafra.
 
-Entre os outros objetivos do programa, estão a formalização de empreendedores populares, o investimento produtivo, a promoção de inclusão social e a geração de emprego e renda em Mafra - destacou o vereador Adilson.