Fotografo: divulgação
...
Adilson Sabatke-sbcsul-26-09-19

Na última terça-feira, 23, o vereador Adilson Sabatke usou a tribuna para falar sobre transforma a Maternidade Dona Catarina Kus em um Hospital Materno Infantil na sessão ordinária da Câmara Municipal de Mafra. O vereador encaminhou um requerimento à Secretaria Estadual de Saúde propondo um estudo de viabilidade do projeto e recentemente, a Câmara de Vereadores  reforçou o pedido do vereador Adilson ao Governo do Estado.

Segundo o vereador, atualmente, os internamentos pediátricos são feitos em Joinville ou Jaraguá do Sul, o que dificulta o deslocamento para as famílias com seus filhos internados.  Sem um hospital infantil na região do Planalto Norte, os pais e responsáveis por crianças são obrigados a se deslocarem para as duas cidades em busca de tratamento adequado.

-Em muitas circunstâncias, pais não têm condições financeiras de arcar com despesas de viagem e se manterem em outra cidade, acompanhando o filho internado – argumenta Adilson.

Além disto, vereador Adilson destaca que em internamentos emergenciais, muitas vezes, os pais ficam impossibilitados de organizarem uma mala com roupas e pertences de higiene pessoal, assim acabam acompanhando seus filhos apenas com a roupa do corpo.  O fator distância também impossibilita o revezamento entre familiares.

Em visita a Maternidade Dona Catarina Kuss, o vereador observou que a unidade de saúde tem todas as possibilidades de se tornar um Hospital Materno Infantil e constatou que atualmente há uma deficiência de pelo menos 30 funcionários para melhor atender a todos que necessitam de cuidados. Assim, regionalizando a saúde, atenderia as famílias mafrenses e do Planalto Norte e o Estado estaria ampliando o número de servidores na área da saúde, como requer o Sindicato da categoria.

 -O objetivo principal, como a mudança de maternidade para  Hospital Materno Infantil é dar melhor assistência hospitalar para as famílias desde o período pré-natal, nascimento, até o início da juventude de seus filhos – destaca Adilson Sabatke.

 

O vereador também tem pedido aos internautas que divulguem o máximo possível essa intenção de transformar a Maternidade em Hospital Infantil, a fim de que, haja uma pressão política em torno do tema, que é de grande importãncia para salvar vidas de recém-nascidos e crianças, até mesmo porque o Hospital São Vicente de Paulo não tem um quadro clinico especifico para atendimento pediátrico.