Fotografo: divulgação
...
Três Barras-sbcsul-10-5-20

Quatro mulheres foram contaminadas pelo covid-19 em Três Barras, durante a semana.  Elas tem idade de 27, 38, 41 e 46 anos e são os casos positivos confirmados conforme exames divulgados pelo laboratório Genolab. Com esses novos casos de contaminação, Três Barras  agora registra seis pessoas com o vírus corona em menos de duas semanas. Um desses pacientes já está curado.  A informação é da Prefeitura, por meio da secretaria de Saúde e da Vigilância Epidemiológica.
 
Contágio comunitário
Nenhum dos portadores do covid-19 viajou ou esteve em contato com pessoas que estiveram no exterior. A contaminação ocorreu através de uma pessoa dentro da cidade, entre os moradores, que estando com a doença transmitiu para mais três.
 
As quatro mulheres contaminadas recentemente em  Três Barras  trabalham como serventes em alojamentos mantidos por empresa terceirizada que atua nas obras de expansão da WestRock. Três casas ficam em Canoinhas e uma em Três Barras. Canoinhas tem seis casos de contaminação.
 
 
As mulheres apresentam bom estado de saúde e estão em casa. A Vigilância Epidemiológica rastreou os contatos das pacientes. Todos foram orientados a permanecer em isolamento domiciliar pelos próximos 14 dias. Quem apresentar sintomas deve entrar em contato com o setor de epidemiologia ou o Centro de Triagem Municipal de Síndrome Gripal.
 
Diante dos novos casos, o prefeito Luiz Divonsir Shimoguiri pediu para que a população redobre os cuidados com a higienização pessoal e dos ambientes, e principalmente, use máscaras de proteção facial.
“As regras de convívio social precisam ser respeitadas, isso vale para as pessoas e estabelecimentos comerciais da cidade. Evitem aglomerações, mantenham o distanciamento mínimo e lavem com frequência as mãos com água e sabão ou com álcool em gel 70%”, lembrou.
 
O prefeito disse, ainda, que pode endurecer algumas regras e até suspender o funcionamento de algumas atividades econômicas caso surjam mais casos da doença nos próximos dias. “Se for para garantir a segurança e a saúde das pessoas, iremos sim tomar decisões mais drásticas. Por isso é que solicitamos o apoio da nossa população para que juntos possamos evitar a propagação”, observou.
 
 
Fonte JMais