Fotografo: divulgação
...
Índices em elevação-sbcsul-26-9-19

A geração de empregos em Santa Catarina teve um saldo positivo de 6.529 postos de trabalho em agosto, o melhor resultado para o mês dos últimos cinco anos. Com a criação das vagas, o estado chega a 60.322 novos empregos neste ano. As informações são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quarta-feira, 25, pela Secretaria de Trabalho da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

 

"Esses números mostram a confiança do setor produtivo nos rumos que o Estado está tomando. Vamos trabalhar para que os dados positivos se mantenham e até melhorem. Para isso, nossos esforços são no sentido de desburocratizar e facilitar a vida de quem gera empregos, além de intensificar os investimentos em infraestrutura", pontua o governador Carlos Moisés.

 

O número de novos empregos em 2019 representa um aumento de 60% em relação ao ano passado, quando foram gerados 37.587 postos de trabalho de janeiro a agosto. No acumulado do ano, Santa Catarina tem o terceiro melhor resultado do país, atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais.

 

Em agosto, o destaque ficou por conta do setor de serviços, que registrou um saldo positivo de 3.089 contratações. No acumulado do ano, a indústria de transformação é a principal geradora de empregos, com 31.425 novas vagas ocupadas. Proporcionalmente, a construção civil se destaca com a criação de 7.963 postos de trabalho neste ano, o que representa um aumento de 9,22% no estoque de empregos formais em relação a dezembro de 2018.

 

“Um resultado que precisa ser comemorado, uma vez que demonstra que Santa Catarina segue se recuperando e, mais uma vez, confirma que as decisões tomadas pelo governador Carlos Moisés, entre elas simplificação e desburocratização, estão funcionando e passando confiança à economia real no processo de retomar as contratações. Seguiremos apoiando o setor produtivo e nos esforçando para atrair novas empresas para o estado, com foco em mais oportunidades aos catarinenses”, avalia o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Lucas Esmeraldino.

 

Brasil

 

Pelo quinto mês seguido, o Brasil teve saldo positivo no emprego formal. Em agosto, a expansão foi de 121.387 vagas, decorrente de 1.382.407 admissões e de 1.261.020 desligamentos. No acumulado de 2019, foram criados 593.467 novos postos. No mesmo período de 2018 houve crescimento de 568.551 empregos.