Fotografo: divulgação
...
Apinorte e vereadora Claudia-sbcsul-17-07-19

Na última terça-feira, 16, a Associação Norte Catarinense de Apicultores (Apinorte) foi homenageada com uma moção de aplausos pela Câmara Municipal de Mafra. A entrega ocorreu na sessão ordinária e teve a vereadora Claudia Buss (PTB) como principal incentivada da homeanagem aos apicultores mafrenses.

 

- Desde que vim para Mafra eu visitei vários produtores de mel e me apaixonei pelo trabalho que eles realizam e estão de parabéns por colocar Mafra em destaque pela produção do melhor mel do mundo - destacou Claúdia.

 

A história da cultura e produção do mel foi contada durante a sessão de homenagens, Em 1966, a Associação de Apicultores de Santa Catarina foi criada e contava com dois mil apicultores. Em 1979, foi transformada em Federação das Associações de Apicultores de Santa Catarina (FAASC), e com isso os apicultores foram obrigados a criar associações regionais, assim surgiu a Apinorte.  Em 06 de setembro de 1980, foi fundada a associação formada por apicultores de Mafra, Rio Negro, Rio Negrinho e São Bento do Sul. As famílias Sommer, Sauer, Frosch, Schafahauser, Witt, Denke, Schafaschek, Woehl, Liebel e outras formavam a associação.

 

 

 

Em 71, Mafra realizou II Encontro Catarinense de Apicultores (ECA) e neste evento foi assinado um dos mais importantes protocolos, o de não erradicação das abelhas africanas, tendo em vista a sua agressividade, o que causava medo. O acordo foi assinado pelas autoridades brasileiras que estavam presentes no encontro.

 

 

 

Outro ano de destaque foi 1979, a FAASC participou do Congresso Mundial de apicultura na Grécia. Neste evento, o Mel de Mafra é premiado como o melhor mel do mundo.  Como foram levadas várias amostras de mel do estado criou-se uma dúvida se realmente o mel era de Mafra, as outras cidades que colaboraram com amostras também queriam reivindicar o título. Em 1981, a FAASC realizou um concurso de méis catarinenses, com a intensão de acabar com dúvida, e o apicultor Lauro Sauer que foi representar Mafra ganhou a competição, consagrando-se o Campeão do Mel. 

 

 

 

Em 1989, também, houve realizado o 2º Concurso do Mel, com a intenção de buscar a melhoria da qualidade do mel, uma vez que os apicultores teriam que se preocupar com a melhoria técnica de produção. “O Grande Campeão, desse certame, com 96 pontos obtidos, é o apicultor Lauro Sauer, de Mafra/SC”. Lauro, já tinha sido o Campeão do primeiro concurso, e com certeza foi um dos maiores e melhores apicultores de Santa Catarina, até mesmo do Brasil. Nesta edição foram realizadas 7.500 análises de mel.

 

 

 

Em 1997 Mafra sedia o II Congresso Catarinense de Apicultores. O evento foi recorde público, 900 apicultores de todo Brasil e mesmo estrangeiro participaram. Foram 4 dias com palestras, Baile da escolha da Rainha Catarinense do Mel, apresentações folclóricas, almoço de confraternização e Missa, contou com 42 empresas expondo seus produtos e equipamento da área apícola. 

 

 

 

Os apicultores Mafrenses têm por tradição participado de todos os 32 ECA já realizados, simpósios, além de ter tido, em todas as diretorias da FAASC, membros integrantes, e até mesmo presidido por três vezes de 2001 a 2007, como foi o caso do Mestre Apicultor EloiPuttekammer, conhecido como “Tio Eloi”. Atualmente o presidente é Ênio Frederico Cesconetto, natural de Orleans, mas escolheu Mafra como sua residência.

 

 

 

Os apicultores do norte catarinense com o crescimento da atividade foram se dividindo e fundando novas associações. Hoje a APINORTE conta na sua maioria de associados com apicultores de Mafra, Rio Negrinho, São Bento, Campo Alegre e Itaiópolis. O tradicional “Almoço dos Apicultores” criado em 1980, tem como finalidadefestejar o Dia do Apicultor, 22 de maio, data escolhida por ser o dia de nascimento e morte da Padroeira dos Apicultores Brasileiros, Santa Rita de Cassia. 

 

 

 

Coincidentemente, neste dia o apicultor mais idoso em atividade de Mafra, se não for do Brasil, o senhor Alberto Schafaschek também faz aniversário.No ano corrente, 89 de idade. 

 

 

 

Para os vereadores, o mel mafrense é um orgulho e o trabalho dos apicultores deve ser valorizado e o vereador Dimas Humenhuk (PTB) salientou o empenho da colega vereadora Claudia Buss em conceder pela Câmara, a moção de aplausos aos apicultores.

 

 

-Realmente uma homenagem merecida e parabéns a vereadora Claudia pela iniciativa. Somos sabedores de que a vereadora desde que assumiu cadeira na Casa de Leis vem buscando reunir os apicultores numa sessão da Câmara para homenageá-los e desta vez conseguiu, parabéns - disse Dimas. A voz de reconhecimento pelo ativo trabalho dos apicultores também foi enaltecido por todos os edis. Por sua vez, a direção da Apinorte também fez agradecimentos pela homenagem recebida de iniciativa da vereadora Claudia.