Cidadão Repórter

(47)997532591
Mafra(SC), Domingo, 07 de Março de 2021 - 02:19
07/02/2021 as 19:08 | Por Assessoria | 506
Padre é acusado de homicídio após batizar bebê com água benta
Ritual na Romênia inclui imersão na água por três vezes
Fotografo: divulgação
Igreja não mudará ritual-sbcsul.7.2.2021

 
A cerimônia de batismo é um ritual realizado em quase todos os países o mundo. Em parte dos lugares onde o rito é feito, ele acontece de maneiras diferentes, como na Romênia, que a criança é batizada sendo submersa três vezes na água benta.
 
Mas em um dos rituais uma tragédia aconteceu. Durante o batismo, uma criança acabou falecendo após ser submersa na água benta. O caso aconteceu na Igreja Ortodoxa da Romênia e vem gerando grande repercussão.
 
De acordo com o jornal The Guardian, a criança, de identidade não divulgada, foi submetida ao batismo tradicional. Após a cerimônia, o bebê foi levado às pressas para uma unidade de saúde local, onde foi declarado morto apenas algumas horas depois. O caso aconteceu no último dia 1º, mas somente agora veio à tona.
 
Ainda segundo o The Guardian, a criança foi a óbito após sofrer uma parada cardíaca. Um exame foi realizado no bebê e a autópsia indicou haver líquido em seu pulmão. O padre que realizou o rito está sendo acusado de homicídio.
 
Agora, o templo está enfrentando uma grande pressão do público, que clama para que o ritual seja modificado a fim de não tirar a vida de mais crianças, considerando que episódios como esse já aconteceram antes no país.
 
 Uma petição foi criada para que haja mudança na maneira de batismo e já conseguiu mais de 50 mil assinaturas.
 
O porta-voz da Igreja Ortodoxa, Vasile Banescu, disse que os padres poderiam derramar um pouco de água na testa do bebê em vez de submergir completamente para evitar mais mortes. Entretanto, o arcebispo Teodosie, que é líder da ala tradicionalista da Igreja, disse que o ritual não mudará.
 
 
Fonte jornal The Guardian




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil