Fotografo: Catherine Ivill/Getty Images
...
Neymar-sbcsul-3-1-20

A janela de transferências de inverno da Europa está aberta e não demorou muito para a “novela Neymar” ganhar novos capítulos. Depois da imprensa espanhola voltar a falar sobre o desejo do brasileiro em deixar o PSG e retornar ao Barcelona, o jornal francês L’Équipe publicou nesta sexta-feira (3) o motivo “definitivo” que fez o camisa 10 desejar sair do clube parisiense que o transformou no jogador mais caro do mundo em 2017, quando desembolsou 222 milhões de euros em sua contratação.

 

 

De acordo com a publicação, a derrota por 3 a 1 para o Manchester United nas oitavas de final da Champions League da temporada passada, e consequentemente a eliminação da competição após vencer fora de casa por 2 a 0, foi o que motivou Neymar a deixar o PSG. Vale lembrar que o camisa 10, lesionado, não esteve em campo naquela partida. Apesar disso, o brasileiro se revoltou com a arbitragem do jogo e chegou a ser suspenso pelas críticas que fez.

 

 

“Neymar veio para o PSG para ganhar coisas grandes, e depois daquela derrota viu que aqui no poderia ganhar essas coisas grandes”, teria dito uma pessoa próxima de Neymar ao jornal francês.

 

No início da temporada européia, Neymar até tentou deixar o PSG com o desejo de retornar ao Barcelona, mas a proposta do clube catalão não agradou os dirigentes franceses, que descartaram o negócio. O atacante ainda foi especulado no Real Madrid e no Manchester United, mas nunca existiu nenhuma proposta concreta.

 

Após seu primeiro jogo pelo PSG na temporada, Neymar chegou a falar sobre a polêmica. “Todos sabem que meu desejo era ir embora, sim, eu queria isso, e deixei claro. Não vou entrar em detalhes do que aconteceram nas negociações, todas daqui (do PSG) sabem o que aconteceu ”, disse o atacante.

 

“Não tenho nada contra o PSG ou sua torcida. Se você não se sente bem no seu trabalho, procura outro. Eram motivos pessoais, eu tinha meus motivos para sair, deixei claro que era o que eu queria e fiz o meu melhor para sair, mas infelizmente eles não me deixaram ir. Isso já aconteceu e é a primeira e a última vez que falo sobre o que aconteceu, agora só penso no PSG. É uma página virada, sou jogador do PSG e prometo dar tudo dentro do campo. Esse é o meu papel e é isso que vou fazer ao longo da temporada, ser feliz ”, completou