Fotografo: divulgação
...
klabin em Rio Negro

A Klabin, maior produtora e exportadora de papéis do Brasil, líder na produção de papéis e cartões para embalagens, embalagens de papelão ondulado e sacos industriais, além de única empresa do País a produzir em uma mesma unidade industrial celulose de fibra curta, celulose de fibra longa e celulose fluff, registrou o 26º trimestre consecutivo de crescimento nos seus resultados financeiros. A companhia atingiu R$ 855 milhões de Ebitda ajustado (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) no quarto trimestre de 2017, o que representa crescimento de 31% em relação ao mesmo período do ano anterior. No acumulado do ano, o Ebitda ajustado aumentou 20% quando comparado a 2016, alcançando R$ 2.738 milhões em 2017. A empresa também registrou nova redução no nível de endividamento, medido pela relação dívida líquida/Ebitda, que passou de 4,4 vezes em setembro de 2017 para 4,1 vezes em dezembro do ano passado.
 
 
Impulsionada pelo contínuo aumento das vendas de celulose da Unidade Puma e pelo bom desempenho nos mercados de papéis e embalagens, a Klabin obteve crescimento de 8% no volume total de vendas no 4T17 comparado ao mesmo período do ano anterior, alcançando 842 mil toneladas (sem incluir madeira). Na comparação anual, o volume de vendas de 2017 aumentou 22% em relação a 2016, totalizando 3.220 mil toneladas. O sucesso do processo de ramp up da Unidade Puma ao longo de 2017, permitiu o aumento de 70% nas vendas de celulose em relação a 2016. As vendas da matéria-prima no 4T17 atingiram 364 mil toneladas, 3% de crescimento em relação ao 3T17, sendo 265 mil toneladas de celulose de fibra curta e 98 mil toneladas de celulose de fibra longa e celulose fluff.
 
Em relação às vendas de papéis e embalagens, a companhia totalizou no quarto trimestre de 2017 volume de 479 mil toneladas, com destaque para o crescimento de 4% no volume de vendas dos produtos de conversão (embalagens de papelão ondulado e sacos industriais) em relação ao quarto trimestre de 2016. A receita total de vendas no 4T17 foi de R$ 2.298 milhões (incluindo madeira), 17% acima no comparativo com o mesmo período do ano passado. Já no acumulado do ano, a receita total atingiu R$ 8.373 milhões, aumento de 18% em relação a 2016, devido principalmente às vendas de celulose e de produtos de conversão, demonstrando mais uma vez a capacidade de flexibilidade e competitividade da Klabin em diferentes cenários econômicos.
 
Investimentos
Os investimentos da Klabin no quarto trimestre de 2017 totalizaram R$ 248 milhões. Desse montante, R$ 66 milhões foram direcionados às operações florestais; R$ 124 milhões aplicados na continuidade operacional das fábricas; R$ 13 milhões em investimentos remanescentes da Unidade Puma; e R$ 45 milhões foram destinados a projetos especiais e expansões, principalmente, projetos de alto retorno, cujo objetivo é melhorar o desempenho da companhia em todos os seus segmentos de atuação.
 
 

 

 

 

 

 

Sobre a Klabin
 
A Klabin é a maior produtora e exportadora de papéis para embalagens do Brasil, única companhia do país a oferecer ao mercado uma solução em celuloses de fibra curta, fibra longa e fluff, e líder nos mercados de embalagens de papelão ondulado e sacos industriais. Fundada em 1899, possui 17 unidades industriais no Brasil e uma na Argentina.
 
Toda a gestão da empresa está orientada para o Desenvolvimento Sustentável, buscando crescimento integrado e responsável, que une rentabilidade, desenvolvimento social e compromisso ambiental. A Klabin integra, desde 2014, o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), da BM&FBovespa. Também é signatária do Pacto Global da ONU e do Pacto Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo, buscando fornecedores e parceiros de negócio que sigam os mesmos valores de ética, transparência e respeito aos princípios de sustentabilidade.