Cidadão Repórter

(47)997532591
Mafra(SC), Terça-Feira, 09 de Março de 2021 - 07:04
25/01/2021 as 14:06 | Por Redação/Uol | 348
Internacional tem 75% de chance de ser campeão
Segundo matemático números são favoráveis ao time colorado
Fotografo: divulgação
União de Abel-sbcsul.25.01.21

 

A vitória do Internacional no Grenal 429 fez com que o time de Abel Braga abrisse vantagem de quatro pontos em relação ao vice-líder, São Paulo. Assim, as chances de o Colorado confirmar o título do Campeonato Brasileiro aumentaram significativamente. De acordo com o site especializado, Infobola, do matemático Tristão Garcia, os gaúchos têm 75% de chance de levantar a taça.

 

Se o Tricolor Paulista já teve a faca e o queijo na mão para conquistar o Brasileirão, agora é com o Inter. Faltando apenas seis rodadas, o time está com uma vantagem enorme. Quem tem mais chances de acabar com os planos dos colorados é justamente o time do Morumbi, líder até duas rodadas atrás.

 

O São Paulo tem 10% de chance, seguido por Atlético-MG, com 7% e Flamengo, com 6%. Palmeiras e Grêmio seguem na briga, mas com apenas 1% para cada. Entretanto, algo que pode movimentar a disputa e os números, é o fato de que, com exceção do Tricolor Paulista e do Inter, os outros quatro times têm uma partida a menos.

 

 

Edenilson foi o autor do gol da vitória do Internacional sobre o Grêmio, neste domingo, no Beira-Rio, no Grenal 429. Vindo de 11 jogos sem um resultado positivo no clássico, o Colorado, enfim, acabou com o tabu e, de quebra, abriu quatro pontos na liderança do Campeonato Brasileiro. O sonho de título é real, mas o volante pregou um discurso bem “pés no chão”.

 

“Essa vitória representa muita coisa pra gente, sabemos o que temos passado nos últimos anos. Somos pessoas que trabalhamos todos os dias, particularmente, eu que estou há mais tempo, sei do peso que é, da responsabilidade que é”, disse Edenilson ao Premiere.

 

“Fico muito feliz de poder estar contribuindo neste momento e espero que possamos coroar no final com o título. A gente sabe que é difícil, tem outras equipes também, mas vamos continuar com essa humildade, trabalhando. Viramos um jogo que parecia perdido, né? Temos que continuar com os pés no chão, porque não ganhamos nada ainda”, completou.

 

A última vitória do Inter no Grenal havia sido em 9 de setembro de 2018, justamente com um gol de Edenilson. Neste domingo, o volante balançou as redes em cobrança de pênalti, no último minuto do jogo, para garantir o triunfo de virada.

 

Com 62 pontos, o Internacional agora conta com quatro tentos de vantagem para o São Paulo, segundo colocado, restando apenas seis rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro. Além disso, com o resultado no Grenal o Colorado chegou a nove partidas de invencibilidade.

 

Acabou o jejum de vitórias do Internacional no clássico Grenal. Recebendo o Grêmio no Beira-Rio neste domingo, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, o líder da competição, em um jogo emocionante, saiu atrás, mas virou a partida já nos acréscimos para garantir o triunfo por 2 a 1 sobre o Tricolor gaúcho e abrir quatro pontos de vantagem na ponta da tabela. Jean Pyerre marcou o gol dos visitantes. Abel Hernández e Edenilson, de pênalti, balançaram as redes para os donos da casa.

 

Desde 2018 o Internacional não vencia o clássico contra o Grêmio. Após 11 jogos, o time comandado por Abel Braga deu fim a um incômodo tabu e ganha uma confiança tremenda para a reta final do Brasileirão.

 

O Grêmio, por sua vez, perdeu uma ótima oportunidade de se meter na briga pelo título da competição, deixando a vitória escapar já nos minutos finais do Grenal 429.

 

O jogo – Motivado pelo longo jejum em Grenais, o Internacional começou a partida ligado e quase abriu o placar logo aos dois minutos. Após cobrança lateral, Dourado ajeitou para Praxedes, que chutou forte, mas no meio do gol, vendo Vanderlei espalmar.

 

Daí em diante, o clássico teve minutos de muito estudo de ambas as equipes, com o jogo concentrado entre as intermediárias. O Inter tinha uma postura mais propositiva, destemida, enquanto o Grêmio não tinha sucesso em suas investidas no ataque.

 

Aos 34 minutos, a equipe que vinha melhor no jogo ficou com o grito de gol entalado na garganta. Praxedes serviu Yuri Alberto dentro da área, e o atacante colorado tocou na saída de Vanderlei, carimbando o travessão. Foi a melhor chance do primeiro tempo.

 

 

Se a situação já estava complicada para o Grêmio, aos 38 minutos ficou pior. Geromel acabou torcendo o pé quando voltou ao chão depois de saltar para dominar uma bola aérea e deixou o gramado chorando. Rodrigues entrou em seu lugar.

 

Segundo tempo

 

O Internacional começou a etapa complementar disposto a fazer com que sua superioridade no jogo se convertesse em gols, e aos sete minutos quase que os donos da casa balançaram as redes. Yuri cruzou rasteiro, achando Peglow dentro da pequena área, mas o meia chutou para fora.

 

Embalado, o Colorado voltou a assustar dois minutos depois, desta vez com Edenilson, que recebeu na intermediária e arriscou de longe. A bola desviou na defesa e foi para fora. Já o Grêmio respondeu com Lucas Silva, também em chute de fora da área que passou à direita do goleiro Marcelo Lomba.

 

Aos poucos, o Tricolor gaúcho foi se soltando mais com tantas broncas de Renato Portaluppi. Diego Souza, aos 19, por pouco não abriu o placar, recebendo de Pepê e batendo cruzado, dentro da área, forçando grande defesa de Lomba. Depois, aos 26, perdeu uma chance inacreditável, saindo cara a cara com o goleiro do Inter e errando a tentativa de encobrir o adversário após tabela com Jean Pyerre.

 

O dia realmente não era de Diego Souza. Aos 29 minutos, após a entrada de Ferreirinha, Luiz Fernando e Maicon, o atacante gremista recebeu bom cruzamento de Victor Ferraz pela direita e cabeceou cruzado, tirando tinta da trave. Mas, se o atacante não botou para dentro, Jean Pyerre o fez. No minuto seguinte, após roubada de bola de Diogo Barbosa, Diego Souza recebeu na área e ajeitou para Jean Pyerre bater firme, na saída de Lomba, abrindo o placar no Grenal.

 

Mas, quando muitos imaginavam que o Grêmio já estava com a vitória garantida, o Internacional foi persistente e empatou o jogo aos 44 minutos com Abel Hernández, que completou de cabeça o cruzamento na medida de Cuesta para evitar o que seria uma dura derrota em casa. E se o jogo tomou contornos surpreendentes na reta final, nos acréscimos ficou ainda melhor. Luiz Flávio de Oliveira marcou pênalti para o Colorado faltando um minuto para a partida acabar depois de a bola bater no braço de Kannemann dentro da área. Edenilson foi para a cobrança e garantiu a vitória histórica dos donos casa no Beira-Rio.

 

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 2 X 1 GRÊMIO

 

Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Data: 24 de janeiro de 2021, domingo

Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Luís Flávio de Oliveira (Fifa-SP)

Assistentes: Danilo Ricardo Manis (Fifa-SP) e Miguel Cataneo da Costa (SP)

VAR: Wagner Reway (PB)

 

Gol: Jean Pyerre, aos 30 do 2ºT (Grêmio); Abel Hernández, aos 44 do 2ºT, e Edenilson, de pênalti, aos 49 do 2ºT (Internacional)

Cartões amarelos: Moisés (Internacional); Diego Souza (Grêmio)

 

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba, Rodinei, Lucas Ribeiro, Victor Cuesta e Moisés (Uendel); Rodrigo Dourado (Nonato), Edenílson, Praxedes (Marcos Guilherme), Patrick  (Abel Hernández) e Peglow (Maurício); Yuri Alberto.

Técnico: Abel Braga.

 

GRÊMIO: Vanderlei; Victor Ferraz, Pedro Geromel, Kannemann e Diogo Barbosa; Lucas Silva (Maicon), Matheus Henrique e Jean Pyerre (Pinares); Alisson (Luiz Fernando), Pepê (Ferreirinha) e Diego Souza.

Técnico: Renato Gaúcho.




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil