Fotografo: divulgação
...
Acidente na BR em Mafra-sbcsul1-12-2019

A veterinária Juceli Mastey, 21 anos,  perdeu a vida num trágico acidente de trânsito no início da noite deste domingo, 1, de dezembro. Ela dirigia um  Palio cinza pela BR 116, próximo a concessionária de veículos AutoShow,  por volta das 21h quando o veículo que dirigia se chocou  a outros dois que vinham em sentido contrário e, que segundo testemunhas, estavam em alta velocidade e praticavam um racha, não deixando qualquer chances para a vítima evitar o acidente.  A Polícia Rodoviária Federal não confirmou  o “racha”.

 As informações são de que durante uma ultrapassagem o motorista da Equinox teria batido frontalmente no Palio que Jucely dirigia. Um Gol também foi atingido lateralmente. Um quarto veículo que supostamente estaria participando do racha fugiu do local. A PRF não tem identificação dele.

O tráfego no local está liberado às 22h de domingo.

Segundo os bombeiros, o motorista do Equinox, o engenheiro de robótica e empresário , Gustavo Uhlig  de 38 anos, apresentava suspeita de fratura na clavícula e ferimentos no braço e no rosto. Os bombeiros tiveram que usar equipamentos para corte da lataria do veículo e o motorista  foi retirado do carro com toda segurança e coluna cervical e pescoço foram imobilizados. Outro motorista, que dirigia o VW Gol, de 24 anos, estava transtornado e segundo testemunhas, ele queria agredir o motorista do Equinox, suposto causador do acidente e participante do racha. No banco do Gol estava uma mulher de 22 anos, grávida.  Eles tiveram algumas escoriações moderadas. Todas as vítimas feridas foram encaminhadas para o Hospital São Vicente de PauLo.

8 horas depois

Segundo o delegado Nelson Vidal , o motorista da Equinox, foi autuado em flagrante na madrugada desta segunda-feira, 2, por homicídio culposo (àquele sem intenção de matar). Policiais rodoviários federais, numa breve perícia do local do acidente constataram que Gustavo  fez uma ultrapassagem forçada em local que não poderia ter feito a manobra. Pela pista ter tachões está descartado a hipótese de racha, de acordo com a Polícia, contrariando testemunhas que dizem que dois veículos vieram em velocidade alta e atingiram o carro da médica veterinária .

Ainda no hospital, Gustavo  nega ser o responsável direto pelo acidente e morte de Juceli. Conforme depoimento preliminar à Polícia Civil de Mafra,  ele teria dito que um bêbado fechou sua frente e ao desviar veio de frente colidindo com o carro da veterinária. O motorista vai pagar a fiança estipulada em R$10  mil e responderá em liberdade pelo fato trágico.