Fotografo: divulgação
...
Amigo cãozinho-sbcsul.17.8.20

A Coreia do Norte, comandada pelo ditador Kim Jong-un, estaria confiscando cães de estimação para vender a zoológicos ou restaurantes. A informação é do jornal inglês Daily Mail, que citou fontes do jornal sul-coreano Chosun Iblo - a imprensa da Coreia do Norte é fortemente controlada pelo governo.

Segundo as publicações, em julho, Kim Jong-un anunciou que ter cachorro como animal de estimação agora é contra lei. Ele argumentou que esses animais são um símbolo da 'decadência' capitalista. “As autoridades identificaram famílias com cães de estimação e estão forçando-os a desistir deles ou confiscando-os à força e abatendo-os”, pontuou o Daily Mail, citando uma fonte do jornal Chosun Ilbo.

 
 

Como o país estaria passando por uma escassez de alimentos, pessoas temem que a carne de seus animais seja comercializada para consumo. “Alguns dos cães são enviados para zoológicos estatais ou vendidos para restaurantes de carne de cachorro”, disse a fonte.

A Coreia do Norte enfrenta sanções internacionais por causa de seus programas de mísseis nucleares. A carne de cachorro é considerada uma iguaria na Península Coreana, embora a tradição de comer cães esteja desaparecendo na Coreia do Sul. 

 

Fonte G1