Fotografo: Gaúcho
...
Alex Clós-sbcsul-12-4-20

Alex Clós mais conhecido por Itaqui casada com a Marilise Ribeiro, e tenho uma filha de três anos e se chama Isabeli Vitória Clós, contou um pouco da sua história no meio esportivo. Alex nasceu no dia 05 de 1979, na cidade de São Borja Rio Grande do Sul, alguns meses foi para Itaqui no Rio Grande do Sul, e depois foi morar em Maçambara(RS), 56 km, interior. 

Com 12 anos fui jogar em categorias de base em Itaqui, meu pai (João Carlos Goulart Clós inmemorium) e minha mãe Maria Silmar Medeiros Clós, foram meus maiores incentivadores, daí em uma oportunidade um grande amigo e goleiro do Esportivo Bento Gonçalves (RS) Marcelo Carpes, hoje treinador de goleiros do Corinthians Paulista, me levou para Veranópolis no Rio Grande do Sul em 1997, fazer um teste, depois acabei engraçando, ano depois.

Em 1998   pelo esportivo Bento Gonçalves RS, fui   quinto colocado, no Campeonato Gaúcho de Juniores, 1999 pelo Inter de Santa Maria (RS), fui o quarto colocado no Campeonato Gaúcho de Juniores, no mesmo Inter, disputamos um clássico com o rival Rio-grandense de Santa Maria, onde fomos campeões, onde fiz um gol

 Foi feito um campeonato da fronteira Oeste do Rio Grande do Sul, onde eu joguei pela seleção de São Borja (RS), fomos vice-campeão, em 2001

Em 2000 fui para o Rio-grandense, onde fiquei de 2002 e 2003 e vim para Mafra no Clube Atlético Operário, onde joguei até 2005 e 2006 joguei no Peri Ferroviário.  

 Fui muito bem recebido, tenho o maior carinho por Mafra, cheguei em 2003, eu e meu amigo Jean, lateral esquerdo, fomos intermediado pelo treinador Zequinha de Lages (SC), jogamos em 2003 pelo Operário, na segunda divisão Catarinense em 2004 pelo Operário também pela segunda divisão, neste mesmo ano chegamos nas semifinais do catarinense contra o Juventus de Jaraguá e em 2005 pelo Peri, também pela segunda divisão

Até hoje muitos torcedores da época, me procuram para conversar e relembrar dos tempos do Operário, muitos amigos conquistei, acabei irraizando nesta cidade maravilhosa, onde passo as pessoas tem o maior carinho por min, por isso posso dizer que sou de Mafra. Comentou o Alex. 

  Em 2003 tive uma oportunidade para sair do Brasil, através de um empresário de Curitiba, ficamos vinculados(contrato) e acabamos terminando por ter uma demora de acertos, daí passado os tempos e com muitas lesões, resolvi parar, uma decisão muito difícil, aonde muitas vezes recebia ligações de propostas para continuar jogando, mas acabei parando, em 2008. No mesmo ano recebi uma proposta de emprego na empresa Moinho Catarinense, onde trabalho a 12 anos. 

Nesse mundo de hoje tenho muitas amizades, como Thiago Nunes, meu ex-preparador físico e agora é treinador do Corinthians Paulista. Marcelo Carpes, treinador de goleiros do Corinthians Paulista, Josiel Rocha ex-Paraná Clube, artilheiro em 2007 do Brasileiro, é muitos outros. Onde joguei com todos eles.