Fotografo: divulgação
...
Mais dinheiro pro Natal-sbcsul.7.10.20

Os beneficiários da Previdência Social já receberam o 13º adiantado, devido a urgência ocasionada pela pandemia da Covid-19. Essa liberação antecipada do tradicional abono aconteceu durante o primeiro semestre, principalmente aos pensionistas e aposentados do INSS. O pagamento de um Décimo Quarto é uma das propostas de fazer a economia girar e ajudar milhões de pessoas no país.
 
 
Sobre o Décimo Quarto Salário
Primeiramente, o Décimo Quarto é uma sugestão parlamentar. Ou seja, é uma ideia enviada ao gabinete de determinado senador ou deputado.
Mais de 60 mil pessoas endossaram a proposta, demostrando o apoio do grande público e fortalecendo a aprovação nas instâncias subsequentes.
 
Essa solicitação se tornou o Projeto de Lei 3657/2020 de autoria do senador Paulo Paim (representante do Rio Grande do Sul). O teor da proposta é de pagar aos pensionistas, aposentados e outros titulares de benefícios do INSS, mais um auxílio no final de 2020 e início de 2021.
 
No entanto, tem caráter emergencial, pois seu intuito é de socorrer essas famílias que já receberam o 13º. Mas ainda enfrentam dificuldades financeiras devido à crise provocada pelo novo Coronavírus.
 
Valores Décimo Quarto
A possibilidade de aprovação do novo abono de fim de ano é grande. Muitos parlamentares são favoráveis e brevemente deve seguir ao Planalto. Entretanto, um dos itens do projeto é a estipulação de um teto para pagamento.
 
Independente do valor recebido pelo beneficiário do INSS mensalmente, o limite desse extra será de 2 salários-mínimos.
 
Na prática o Décimo Quarto funcionará da seguinte forma:
 
Quem recebe até 1 salário-mínimo tem abono de R$ 1.045,00;
Quem recebe mais de dois salários, terá direito a no máximo R$ 2.090,00. 
 
Mesmo se sua remuneração seja de 4 mil reais, por exemplo, seu Décimo Quarto ficará em R$ 2.090,00 sem acréscimos.
 
Já os beneficiários na faixa de 1 até 2 salários-mínimos, receberão o valor líquido de seus proventos.
 
 
Fonte Portal O Cidadão