Fotografo: divulgação
...
Claudia Bus-sbcsul

Desde a última sexta-feira, 08,está em funcionamento a Comissão Especial para acompanhamento, fiscalização e apoio das ações, práticas e programas de combate à disseminação do novo coronavíruas e seus impactos sociais e econômicos em Mafra, por parte do Legislativo mafrense.

 

A primeira ação foi a votação das funções da Comissão. A presidência é da vereadora Claudia Maria Bus, a relatoria do vereador Abel Bicheski e o vereador Adilson Sabatke será membro. 

 

Durante a primeira reunião, os membros solicitaram todas as proposições do legislativo mafrense (indicações escritas, requerimentos, etc) com a temática do novo coronavírus que foram elaboradas antes da composição da Comissão Especial. O objetivo é acompanhar as solicitações dos vereadores sobre as ações de enfrentamento que estão sendo executadas pelo Poder Executivo, bem como em relação às verbas e equipamentos. 

 

Além disto, os vereadores solicitaram informação sobre os trabalhos da Secretaria Municipal de Saúde. Também solicitaram que seja oficiado ao Hospital São Vicente de Paulo sobre informações dos cuidados e das precauções que estão sendo tomadas na unidade de saúde.  Os vereadores buscam saber se todas as recomendações de enfrentamento ao vírus e se há alguma ala hospitalar exclusivamente destinada ao tratamento de pacientes portadores do COVID-19. Essa solicitação também será feita a Maternidade Dona Catarina Kuss. 

 

A Comissão também solicitará a Secretaria de Assistência Social informações sobre a distribuição de cestas básicas e quais os critérios adotados. Também irão solicitar informações à Secretaria Municipal de Educação para obterem informação sobre a situação do repasse de verbas para merenda escolar e se há possibilidade de transformar as verbas em cesta básica para os alunos.  Por último, a Comissão irá solicitar informações sobre as ações que o Ministério Público está tomando em relação ao COVID-19 no município.

 

A vereadora Claudia vê que nesse momento de ações rápidas para conter a dissiminação do coronavírus por parte do Executivo, alguns detalhes de como foram realizados alguns desmembramentos na Prefeitura e posicionamentos legais precisam de maior transparência e que, o Ministério Público já vem atuando nesse sentido de fiscalização, então o trabalho em conjunto com a Comissão Especial do Legislativo só vai proporcionar maior integração entre os poderes.