Fotografo: divulgação
...
Rodrigo Coelho-sbcsul-6-2-2020

Em reunião no dia 05 de fevereiro de 2020, o PSB decidiu, por 
unanimidade, retirar a suspensão do Deputado Federal Rodrigo Coelho 
(SC) das atividades partidárias na Câmara dos Deputados. A pena, que 
duraria 12 meses, havia sido aplicada ao catarinense no dia 30 de 
agosto de 2019, após voto favorável à Reforma da Previdência. Na 
época, Coelho ressaltou que votou por convicção e por considerar que, 
após as discussões e devidas alterações, a proposta ficou justa. 

 

 

Advogado Previdenciário há quase 20 anos, o catarinense foi o 
parlamentar que mais teve emendas acatadas parcialmente na Comissão 
Especial. De acordo com a decisão do PSB, Rodrigo Coelho deverá ter a 
“completa reinserção” no cotidiano da bancada na Câmara e nas 
atividades partidárias. A decisão foi tomada por uma Comissão Especial 
criada pelo Diretório Nacional do partido, que teve como membros o 
Presidente Nacional do PSB, Carlos Siqueira; o líder do PSB na Câmara, 
Dep. Tadeu Alencar; e os membros titulares do Conselho de Ética. Nesse 
mesmo dia, Rodrigo Coelho foi renomeado presidente do Diretório em 
Joinville.

 

O Deputado esclarece, no entanto, que segue com o processo 
no Tribunal Superior Eleitoral - TSE para ter direito à desfiliação do 
PSB. A decisão do TSE deve sair no início de março.