Fotografo: divulgação
...
Caixa reduz taxa-sbcsul-12-5-20

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse hoje, durante conversa com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) transmitida pela internet, que o banco vai reduzir a taxa de juros do cheque especial. O anúncio foi feito antes do hasteamento da bandeira do Brasil no Palácio da Alvorada, que contou com a presença de ministros. Sem citar o valor, Guimarães disse que reduzirá a taxa, hoje de 2,9% ao mês. "Vamos anunciar muito em breve", disse. 
 
 
Bolsonaro elogiou a medida. "Apesar de todos os problemas que nós temos, a pandemia, a economia resiste ainda, lógico que vamos ter alguma perda, mas estamos fazendo o possível", disse. A política de redução da taxa de juros do cheque especial tem sido uma das marcas da Caixa na gestão de Pedro Guimarães. Em entrevista ao jornal O Globo em janeiro, quando a taxa estava em 4,95% ao mês, ele explicou a política. 
 
 
 
"A gente passou o cheque especial de 14% para 4%, e o meu objetivo é ir para 2%, 2,9% ao mês. Nós tínhamos uma inadimplência 'X' quando cobrávamos 14%, temos uma inadimplência muito menor quando cobramos 4,9%. Se a gente conseguir reduzir a inadimplência e aumentar a carteira, podemos continuar diminuindo o cheque especial porque o que interessa para a gente é a rentabilidade", afirmou.