Fotografo: divulgação
...
Bello-sbcsul-21-06-20

Câmara Municipal de Mafra anunciou nesta semana que estão dispensados do trabalho, vereadores com mais de 60 anos e com doenças crônicas. Sendo assim, o vereador Valdir Sokolski (PSD) não está participando das sessões presenciais da Câmara. O legislador faz parte do grupo de risco para o novo coronavírus, mas está acompanhando as sessões online e participando das reuniões de comissões com distanciamento social e demais medidas de segurança. Além disto, o vereador Valdir Sokolski segue realizando indicações escritas, requerimentos e projetos de lei.
 
Por questões de saúde, hipertensão arterial (ter pressão alta), o vereador Abel Bicheski (Bello -SD) de 49 anos, apresentou atestado e também pediu afastamento alegando estar em grupo de risco para o Covid-19. Assim como Valdir, ele vai realizar todas as atividades como legislador, apenas não estará presente nas sessões da Câmara. 
 
A Casa já havia anunciado a suspensão de sessões especiais e solenes, desde abril, ficando manridas apenas as sessões ordinárias do Plenário e das Comissões Permanentes, seguindo as recomendações das autoridades de saúde para controle da pandemia do coronavírus.
 
Bello se baseou na orientação da Organização Mundial de Saúde (OMS) – para pedir seu afastamento do trabalho, onde consta que  maiores de 60 anos ou com doenças crônicas como diabetes, hipertensão arterial, doenças cardíacas ou pulmonares e imunodeprimidos – não compareçam ao local de trabalho até que os riscos de contaminação diminuam.
 
 
A remunerção dos dois vereadores afastados não sofreu alteração.