Fotografo: divulgação
...
Aglomerações e fechamento-sbcsul.2.7.20

Sem acordo! a Prefeitura de Mafra (SC) não adota medidas restritivas, a exemplo do município vizinho Rio Negro (PR) que suspendeu pelo período de 14 dias o funcionamento de bares, casas noturnas e lanchonetes  (locais que estavam com grandes aglomerações de pessoas). No município paranaense, de fronteira com Santa Catarina  só haverá atendimento do comércio através de entregas em domicílio (delivery), podendo ser  comercialiazado refeições diretas no balcão, mas para consumo nos lares. 
 
 
 
A venda de bebidas alcoólicas por estabelecimentos comerciais depois das 22h até as 6h está proibido em Mafra, assim como o consumo em locais públicos, ruas e avenidas, podendo ser ingeridas nos bares, restaurantes e lanchonetes na área interna nos horários permitidos. Em Rio Negro, está proibido o consumo de bebidas alcoólicas em locais de conveniências e postos de combustíveis, inclusive! O funcionamento de parques, praças, passeios, equipamentos de musculação e demais áreas de atividades coletivas ao ar livre estão suspensas.
 
Cumprindo regulamentação do Governo do Estado, Rio Nego mantém em  funcionamento  mercados, supermercados e similares, limitando o fluxo de pessoas a 30% da sua capacidade total, devendo ser controlado pela distribuição de senhas na entrada. Será permitido, a cada acesso, o ingresso de apenas uma pessoa por família nos estabelecimentos e proibido o acesso de crianças menores de 12 anos. 
 
 
Na área da saúde, em Rio Negro,  está suspenso os procedimentos cirúrgicos eletivos ambulatoriais e hospitalares, em face da escassez de medicamentos anestésicos e relaxantes musculares, visando à otimização do estoque existente e preservando sua utilização para emergências.