Fotografo: divulgação
...
Crime em Rio Negro-sbcsul-03-11-19

O delegado da Polícia Civil de Rio Negro, Marcelo Vargas, informou recentemente ao SBCSul que o jovem morto com três tiros a queima roupa por volta  das 3h45 deste domingo, 3, dentro do bar conhecido como Sarita, as margens da BR 116, km 211, ainda não foi oficialmente identificado. O rapaz de 20 anos, não apresentava documentos.

 

Testemunhas que estavam no local afirmaram que a vitima e um outro elemento discutiram e que houve trocas de ofensas, mas sem agressão física. A vítima teria entrado para o bar e o outro embarcou em uma motocicleta, mas antes teria avisado que voltaria para acertar de vez “as contas” com a vítima.

Ainda segundo populares, a vítima foi orientada por conhecidos do outro, de que deveria ir embora do bar a fim de evitar problemas, uma vez que, o outro poderia voltar armado e que este teria dito - "ele não é homem pra dar um tiro em ninguém...”

O assassino retornou ao bar Sarita e de capacete entrou e disparou contra a vítima que estava sentada e saiu em seguida.

O SBCSul apurou junto a  Polícia Civil, que a suposta namorada da vítima foi avisada do crime por volta das 7h e que ela estava em casa. È esperado a qualquer momento a identificação oficial da vítima.

Nas redes sociais vazou um áudio do suposto assassino, a Polícia deve periciar e confirmar a veracidade. No áudio contém o seguinte recado - ...um cpf a menos...um cpf cancelado...ah, você não acreditava que ia te rapá...taí, pagou teu preço !

 

O Instituto Médico legal de Curitiba (IML), identificou, extraoficial,  a vítima como Fabiano Fernandes dos Santos, 20 anos.