Cidadão Repórter

(47)997532591
Mafra(SC), Segunda-Feira, 23 de Novembro de 2020 - 20:09
20/10/2020 as 15:56 | Por Redação | 505
Apenas 36% de crianças e adolescentes se vacinaram contra poliomielite e outras doenças em Mafra
Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Multivacinação continua em Mafra
Fotografo: divulgação
Vacinar evita doenças-sbcsul.20.10.20

A Campanha Nacional de Multivacinação que abrange crianças de um ano a menores de cinco anos (4 anos, 11 meses e 29 dias) e adolescentes menores de 15 anos (14 anos 11 meses e 29 dias) vai até o dia 30 de outubro. No último sábado, dia 17, aconteceu o Dia D, no qual todas as salas de vacina do município ficaram abertas das 8 às 17 horas. Segundo dados da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde foram vacinadas do início da campanha (05 de outubro) até o dia 17, 1095 crianças contra a poliomielite. Confira as doses aplicadas em cada sala de vacinação:

 

UNIDADE DE SAÚDE X DOSES APLICADAS

UNIDADE DE SAÚDE

DOSES APLICADAS

CENTRAL

102

BELA VISTA

54

CAIC

170

ESPIGAO DO BUGRE

112

FAXINAL

74

JD AMERICA

86

RESTINGA

142

SÃO LOURENÇO                  

103

VILA NOVA

178

VISTA ALEGRE

74

TOTAL DE DOSES APLIACADAS

1095

PERCENTUAL ALCANÇADO

36,22%

Obs.: Saltinho do Canivete e Augusta as vacinas foram registradas na sala do Bela Vista e Butiá dos Tabordas na sala do São Lourenço.

Fonte: da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde de Mafra

 

Meta

 

A meta do município é vacinar todas as crianças contra pólio, menores de cinco anos, com população estimada em cerca de 4 mil indivíduos (estimativa do IBGE/2012 - 3.866 crianças). A campanha de multivacinação continua visando reduzir o risco de reintrodução do poliovírus selvagem no país, oportunizar o acesso às vacinas, atualizar a situação vacinal, aumentar as coberturas vacinais e homogeneidade, diminuir a incidência das doenças imunopreveníveis e contribuir para o controle, eliminação e/ou erradicação dessas doenças. Nesta campanha de multivacinação estão sendo ofertadas todas as vacinas do calendário básico de vacinação da criança e do adolescente.

 

Salas de vacinação

 

Mafra conta com 10 salas de vacina credenciadas. O importante é levar a carteirinha de vacinação da criança ou do adolescente. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7 às 16 horas. Vale lembrar que as ESFs CAIC, Restinga, Central, Vila Nova, Bela Vista e Espigão do Bugre têm horário estendido das 17h30 às 21h30.

As salas estão alocadas nas seguintes Unidades de Saúde da Família:

 

•          ESF Ben. Ulla Schneider- Jardim América - Rua José Reitmeyer, s/n. 3642-9291

•          ESF Ricardo Gregório – Vila Nova - Rua Carlos Urbanite, s/n. 3642-7124

•          ESF CAIC - Avenida das Rosas, 6377 – Vila das Flores. 3642-5586

•          ESF Ben. Ana Zilda Ruthes – Espigão do Bugre - Rua Ramiro Ruthes, s/n. 3643-5162

•          ESF Central (temporariamente atendendo na Policlínica Municipal) – Rua Dr. Mathias Piechnick, 55 – 3641-5200

•          ESF Guilherme Ganzert – Faxinal - Rua José Stoebel Filho s/n - 3643-1008

•          ESF Edvino Hable – São Lourenço - Estrada Geral São Lourenço - 3643-6074

•          ESF Ben. José Tauscheck – Vista Alegre - Rua Tupinambás, s/n. 3642-8005

•          ESF Vereador Edson Luiz Schultz – Restinga - Rua Cirineo Mota Espesin esq. c/ Ben. Paulo Tavares - 3645-1033

•          ESF Juventino Haas Petters – Bela Vista dos Sul - Rua Primitivo Peters, s/n. 3642-8678.

 

Realização da campanha e a COVID-19

 

De acordo com o Ministério da Saúde, com base no entendimento atual das formas de transmissão da COVID-19 e nas medidas de prevenção, recomendadas as ESFs irão adotar as seguintes medidas:

• A administração das vacinas será feita em áreas bem ventiladas e desinfetadas com frequência;

• Será disponibilizado local para lavagem adequada ou o uso desinfetantes para as mãos, pelos usuários;

• Será limitado o número de familiares que acompanham a pessoa que será vacinada (1 acompanhante);

• Será realizada a triagem de pessoas que apresentem sintomas respiratórios antes da entrada na sala de vacinação, para evitar a propagação do SARS-CoV-2.

 

Recado do Zé Gotinha

Muitas doenças deixaram de ser um problema de saúde pública no Brasil e no mundo graças à vacinação massiva da população. Atualmente, o Programa Nacional de Imunizações (PNI) oferece 18 vacinas para a vacinação de crianças e adolescentes, que protegem de doenças, como sarampo, febre amarela, rubéola, caxumba, hepatites A e B, entre outras.

 

Fonte: https://portalarquivos.saude.gov.br/campanhas/vacinacao2020/

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil